O que é marcenaria 4.0?

DE ONDE VEM O TERMO “MARCENARIA 4.0”?


Você está por dentro do mundo da indústria 4.0? É importante conhecer esse termo, se você quer entender sobre a marcenaria 4.0.

Vamos relembrar um pouco das revoluções? A primeira revolução industrial, marcada pelo início da mecanização, o segmento fabril começou uma escalada em direção ao desenvolvimento. No século seguinte, veio a utilização da eletricidade no chão de fábrica e, depois (década 1960), veio a automação.  Nesse ponto, a sociedade como um todo se transforma rapidamente com o surgimento da internet.

É justamente isso que marca a 4a onda da nova revolução industrial, a INTERNET, com uso massivo de dados e estatísticas, inteligência artificial e robótica. E caso você ainda esteja se perguntando se isso irá impactar na sua marcenaria de alguma forma, é sobre isso que vamos discutir no texto abaixo.


MAS AFINAL, O QUE É A MARCENARIA 4.0?


É um termo para designar uma marcenaria “conectada”, mais inteligente. Com ajuda da tecnologia, consegue produzir mais em uma quantidade de tempo menor. Utilizando da IOT (internet das coisas).

Com ajuda da tecnologia e da sua conectividade, disponibiliza e cria um fluxo de comunicação digital entre as máquinas e os trabalhadores. Por meio de softwares, todos conseguem ficar por dentro do que está acontecendo dentro e fora da empresa.

Mas apesar da agilidade da evolução das tecnologias hoje, vale lembrar que nem sempre entrar de cabeça na marcenaria 4.0 será um processo rápido, especialmente quando se fala em pequenas empresas. Querendo ou não, existe uma mudança cultural que deve ser vivenciada e aceita aos poucos por quem faz parte de toda essa “cadeia de logística”.

Mas não adianta, ela vai chegar. É bom ficar atento e entender o fluxo dessa nova onda e aproveitar para “surfar” nesse mercado. Afinal, qualquer profissional de hoje sabe que a tecnologia está avançando e precisamos estar sempre com um passo a frente, atualizados, onde quem “dorme no ponto”, acaba sendo automaticamente deixado de lado no mundo dos negócios pelo novo perfil do "consumidor conectado".

1 likes
Compartilhe: