Vai comprar móveis planejados? 8 erros para não cometer

Pensando em comprar móveis planejados? Veja 8 erros que você não pode cometer

Comprar móveis planejados é a opção escolhida por muita gente, já que além de ser extremamente versátil, pois se adéqua a ambientes dos mais diversos tamanhos, valorizam o imóvel, elevando inclusive, o valor de revenda.

Para não errar na hora da compra e ver o sonho de uma casa maravilhosa e planejada se transformar em um verdadeiro pesadelo, é preciso adotar alguns cuidados antes, durante e até mesmo após a aquisição dos móveis.

Para ajudá-lo(a) nessa missão, esteja atento(a) a 8 erros que você não pode cometer. 

1. Considerar apenas os preços durante pesquisa

Economizar é bom, mas considerar apenas os preços na hora de definir a empresa que planejará os seus móveis pode não ser uma boa ideia. Além do valor final do projeto e da mobília, é preciso levar em conta outros aspectos como: 

  • Qualidade do material;
  • Condições de pagamento;
  • Prazo de entrega;
  • Qualidade dos projetos já realizados (portfólio de entregas do profissional);
  • Tempo de mercado da empresa;
  • Referências e opiniões de clientes. 

Uma excelente forma de descobrir a opinião de outros consumidores é ficar de olho nas mídias sociais da empresa. Lembre-se que clientes insatisfeitos demonstram o seu descontentamento por meio de comentários e avaliações.

2. Deixar de consultar os órgãos de proteção ao consumidor

Muitas empresas podem ocultar ou dificultar o acesso às críticas postadas em sites e nas mídias sociais, o mesmo não ocorre quando a sua falta de comprometimento vira assunto de justiça.

É muito importante saber a opinião de clientes sobre a qualidade do serviço prestado e conhecer a avaliação da loja escolhida perante os órgãos de proteção ao consumidor.

A busca é fácil e pode ser feito pela internet, sem sequer precisar sair de casa.

3. Não contar com o apoio de projetista

Muitas pessoas acabam abrindo mão do apoio de um projetista e definindo por si só as dimensões e posições dos móveis e os tipos de acabamento a serem utilizados.

Essa estratégia pode ser um tanto arriscada (caso você não domine essa área ou entenda muito bem do assunto). Isso porque criar um projeto de móveis planejados exige muito mais do que apenas tirar as medidas do ambiente.

Sempre que possível, solicite um projeto 3D para ter a noção real do que vai ser entregue e como vai ficar o móvel no ambiente.

4. Não formalizar a negociação na hora de comprar móveis planejados

Muitos vendedores acabam se empolgando e prometem diversas vantagens e condições especiais durante a negociação. Não se contente com as promessas feitas de forma verbal: para evitar dores de cabeça ou desacordos comerciais futuros, o ideal é registrar cada detalhe da negociação, estejam eles relacionados aos prazos, formas de pagamento ou especificações técnicas dos móveis planejados. 

Outra dica é guardar tudo que foi tratado via e-mail ou até mesmo por conversas de WhatsApp.

5. Não ler o contrato

Embora óbvio, é sempre bom ressaltar a importância do contrato. É imprescindível analisar cuidadosamente e verificar se cada especificação técnica e condição de pagamento está devidamente prevista.

Lembre-se de verificar:

  • As dimensões;
  • Acabamento;
  • Prazos de entrega;
  • Formas de pagamento;
  • Garantias.

6. Decidir por materiais de baixa qualidade

Outro erro comum e que deve ser evitado ao máximo se diz respeito à escolha dos materiais. Em se tratando de um móvel planejado, é essencial que a matéria-prima escolhida seja de alta qualidade, preferencialmente, resistente à umidade e a altas temperaturas.

Lembre-se que, embora seja necessários um investimento mais alto, o retorno é garantido: se optar por móveis planejados de qualidade, eles durarão muito mais tempo e consequentemente, valorizarão o seu imóvel. 

7. Esquecer-se dos eletrodomésticos e das instalações elétricas

Não se esqueça de verificar as instalações elétricas e os eletrodomésticos antes de iniciar o seu projeto. Você evitará que o acesso às tomadas e aos interruptores seja dificultado pela presença de algum móvel ou, ainda, que o fogão ou a geladeira não caibam nos espaços a eles destinados. 

8. Não acompanhar a instalação dos móveis

Agende sempre a instalação dos móveis para um dia e horário em que você esteja em casa e possa acompanhar de perto cada detalhe.

Só assine o recibo após conferir cuidadosamente a nota, e garanta que cada item entregue esteja exatamente igual ao que foi comprado. Caso encontre alguma marca indevida ou sinal de mau uso, não hesite em rejeitar o mobiliário. Entre em contato com o responsável e não assine o recebimento até que o seu problema seja devidamente resolvido.

Quer uma ajuda? Pode contar com o iObras.com, pague dentro da plataforma, o profissional só recebe após o 30° executado. Não executou? Solicite estorno. Aqui a segurança é total para seu bem estar.

Acesse já www.iobras.com

Precisou? No iObras.com encontrou?

0 likes
Compartilhe: